Lipídeos: o que são e como nos beneficiam

Os lipídeos – ou gorduras – são nutrientes responsáveis por uma série de funções fundamentais para o organismo. Além disso, possuem uma importante função: a energética. Eles liberam uma maior quantidade de calorias por grama que outros compostos. Além disso, os lipídeos são ótimos veículos de transporte de vitaminas lipossolúveis. Eles fornecem importantes moléculas para o funcionamento do organismo, como prostaglandinas, colesterol e lipoproteínas, e também ácidos graxos essenciais que não podem ser sintetizados pelo organismo e devem ser ingeridos.

Outros pontos em que os lipídeos atuam são na melhoria do paladar dos alimentos, proteção contra variações de temperatura e também contra a perda excessiva de água através da transpiração. Quimicamente falando, os lipídeos simples são moléculas constituídas por glicerol mais ácidos graxos. O gricerol, ao reagir pode produzir um, dois ou três ácidos graxos; sendo que daí vem a definição de monoglicérides, diglicérides e triglicérides. A maioria das gorduras alimentares são triglicérides (por isso ouvimos falar mais desse tipo).

Podemos então encontrar os lipídeos em uma série de aliementos, de origem animal e vegetal. Os de origem vegetal devem, sempre que possível serem preferidos em detrimento aos animais, por serem mais saudáveis, e estes últimos são ricos em colesterol. São encontrados lipídeos em nozes, avelã, castanha de caju, amendoim e amêndoas e também na soja, e óleos (girassol, canola, milho e azeite de oliva). Já os de origem animal podem ser encontrados na manteiga, nata, banha, creme de leite e bacon. Cabe ainda dizer que os lipídeos ainda são importantes como invólucro e fator de sustentação de todos os órgãos do corpo, criando uma barreira térmica no corpo, mantendo o calor necessário para o bom funcionamento do organismo. Além disso, ajuda na reserva e fornecimento de energia.