Dúvidas de Clientes

Lista com as respostas para as perguntas mais frequentes.

  • A venda de antibióticos só poderá ser feita mediante receita?

    Os antibióticos vendidos nas farmácias e drogarias do país só poderão ser entregues ao consumidor mediante receita de controle especial em duas vias ou receituário com todas as informações do paciente. A primeira via ficará retida no estabelecimento farmacêutico e a segunda deverá ser devolvida ao paciente com carimbo para comprovar o atendimento.

  • Como posso garantir a qualidade de um medicamento manipulado?

    Existem hoje diversas certificações de qualidade para as farmácias de manipulação. O consumidor deve ficar atento a farmácia antes de efetuar a compra. A Farmácia de manipulação magistral segue normas de Boas Práticas de manipulação determinadas pelo ministério da saúde (ANVISA). A qualidade das matérias primas utilizadas e o processo de manipulação são rigorosamente controlados e padronizados.

  • É possível associar mais de um princípio ativo, mais de um medicamento, em uma formulação?

    Sim, pode até sair mais barato para o paciente. Quando existe a necessidade de usar vários medicamentos no tratamento da doença e seus sintomas, o médico pode associar várias drogas em uma única fórmula.

  • Na minha fórmula o médico pediu cápsulas entéricas, qual o motivo?

    Usamos cápsulas de dissolução entérica para proteger as substâncias que são inativadas no estômago. Assim a cápsula passa protegida no estômago e apenas dissolve no intestino.

  • O medicamento manipulado é mais barato que o industrializado?

    Na maioria dos casos sim, a farmácia de manipulação tem condições de atender a população com medicamentos mais baratos. Além de ser um estabelecimento de saúde com farmacêutico presente durante todo o horário de funcionamento para atender suas dúvidas.

  • O medicamento manipulado é mais seguro?

    De certa forma sim, pois o paciente toma um medicamento com seu nome, posologia e informações de segurança, evitando riscos de troca ou de consumo errado por outras pessoas. A farmácia atende a necessidade individual e diferenciada de cada paciente por isso é muito seguro.

  • O medicamento manipulado tem menos efeitos colaterais?

    Não há estudos que comprovem que o medicamento manipulado tem menos efeitos colaterais. O medicamento manipulado é personalizado, na dose específica para cada paciente.

  • O medicamento manipulado tem os mesmos efeitos colaterais?

    O medicamento manipulado é feito com a mesma substância ativa do remédio de marca. A diferença está no fato de que esse produto é desenvolvido na farmácia magistral e não em escala industrial. Por isso, o medicamento comprado na farmácia  que possui boas práticas de manipulação possui o mesmo resultado que o medicamento industrializado.

  • O medicamento pode ter outros sabores para facilitar a deglutição?

    A Farmácia de manipulação possui diversos flavorizantes (sabores) diferentes que mascaram o sabor dos medicamentos, você pode fazer a escolha de acordo com o seu paladar.

  • O tamanho de uma cápsula pode variar mesmo sendo a mesma formulação já aviada anteriormente?

    Sim. A densidade da matéria-prima varia de lote para lote, portanto o tamanho da cápsula pode sim variar.

  • Os medicamentos manipulados são submetidos a testes?

    Tudo que faz parte do medicamento manipulado final (matérias – primas, cápsulas e embalagens) passaram por testes realizados pelos fabricantes e distribuidores. E após a chegada dos mesmos na farmácia, são submetidos a rigorosos testes no Laboratório de Controle de Qualidade por uma equipe altamente qualificada. E ao longo da produção do medicamento manipulado, são realizados outros testes de controle em processo, garantindo um produto final de qualidade.

  • Por que a cor das cápsulas e/ou tamanho mudou em relação à última vez?

    A Farmácia de manipulação procura manter o tamanho e cores sempre iguais. No entanto, o tamanho da cápsula depende do volume total das matérias-primas da fórmula. As substâncias podem ter seu volume, granulometria e densidades diferentes de acordo com o lote e fornecedor. Neste caso pode haver variação de uma fórmula para outra.

    As cores das cápsulas dependem da disponibilidade do fornecedor e não alteram a qualidade do medicamento.

  • Por que a farmácia às vezes faz uma quantidade maior que a solicitada?

    Algumas vezes, o volume da dose prescrita pelo médico é maior que a capacidade da cápsula e é necessário dividir a dose em mais de uma. Quando isso ocorrer, as informações de quantas cápsulas serão tomadas estará indicada no rótulo. Qualquer dúvida ligue para a farmácia.

  • Por que alguns medicamentos tem odor desagradável?

    Algumas substâncias tem seu odor característico e, em geral, podemos mascarar estes odores desagradáveis com nossas essências específicas. Quando solicitado antes da manipulação, podemos adicionar essências diferentes nas formulações dermatológicas.

  • Por que o medicamento manipulado não tem bula?

    O medicamento manipulado não tem bula pelo fato de ser um medicamento personalizado, e as mesmas nesse caso não são exigidas por lei. Mas, na ausência delas não faltarão informações, pois os rótulos possuem orientações claras e sempre haverá um farmacêutico à disposição.

  • Qual o benefício da manipulação de medicamentos?

    O medicamento manipulado é preparado seguindo a prescrição médica. O produto manipulado é prescrito pelo médico na quantidade e dosagem exatas para seu tratamento, portanto não há sobras nem desperdício.

  • Qual o prazo de validade do medicamento manipulado?

    O prazo de validade de cada medicamento corresponde ao período de tratamento para o qual foi manipulado, considerando a posologia indicada. Portanto, o medicamento não deve ser utilizado após seu vencimento, uma vez que os ativos terão os efeitos assegurados até a data de validade especificada no rótulo.

  • Qualquer medicamento pode ser guardado na geladeira?

    Guarde na geladeira somente quando for recomendado pela farmácia e/ou farmacêutico. Haverá uma indicação na embalagem do produto quanto à necessidade de conservação em geladeira. Caso não houver, siga as orientações de conservação de quaisquer medicamentos.

  • Quem fiscaliza a produção dos medicamentos manipulados?

    Os mesmos órgãos que fiscalizam indústrias farmacêuticas e demais segmentos, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) juntamente com a Vigilância Sanitária local (VISA). Fiscalizando todos os setores e registros da farmácia magistral propondo medidas de melhorias e mantendo a qualidade desse setor.

  • Quem se responsabiliza pelas reclamações dos medicamentos manipulados?

    As reclamações devem ser passadas aos Farmacêuticos responsáveis, para que os mesmos façam o registro referente à reclamação, e estudem a melhor medida a ser tomada e ações preventivas.

  • Todo medicamento manipulado é natural?

    O medicamento manipulado pode ser natural ou sintético. O que difere os dois e a origem da matéria prima, podendo ser respectivamente, extraída de recursos naturais ou desenvolvida em laboratório.

  • Uma pessoa com intolerância a lactose pode manipular sua formula sem riscos?

    Sim. Peça cápsulas de origem vegetal que funcionam da mesma forma de uma cápsula tradicional (gelatinosa). Na hora de aviar sua fórmula, apenas solicite a substituição.

  • Uma pessoa diabética não pode ingerir açúcar e necessita de ingerir um medicamento que o contem, o que pode ser feito?

    Na manipulação é possível fazer fórmulas sem açúcar e que não prejudiquem a saúde do paciente diabético. Ele somente tem que tomar cuidado em sinalizar seu problema para manipular o medicamento adequadamente.